Competências necessárias para prosperar no mundo V.U.C.A.

October 26, 2017

 Para se sobressaírem num ambiente de negócios volátil, incerto, complexo e ambíguo indivíduos, equipes e organizações precisam aprimorar algumas habilidades. São competências conhecidas e certamente serão cada vez mais importantes desenvolve-las para lidar com os desafios do novo mundo.

 

RESILIÊNCIA PARA LIDAR COM A VOLATILIDADE

 

Se as mudanças são inevitáveis é preciso resiliência para lidar com elas. Atenção para o termo resiliência!! Ele foi cunhado na engenharia de materiais e descreve a propriedade que alguns corpos apresentam de retornar à forma original após terem sido submetidos a uma deformação elástica. Nós seres humanos temos essa capacidade, porém nosso retorno nunca é ao estado inicial. Portanto a capacidade de manter-se íntegro após uma brusca transformação e ainda ter fôlego para se adaptar ao novo cenário (e lidar com uma nova mudança a seguir) é uma habilidade natural para alguns. Para desenvolver a resiliência é preciso reforçar a autoestima e manter uma perspectiva positiva diante dos acontecimentos.

 

FLEXIBILIDADE PARA LIDAR COM A INCERTEZA

 

Assim como o sociólogo Zygmunt Bauman afirmou que na pós-modernidade “as relações escorrem pelo vão dos dedos”, podemos dizer o mesmo sobre nossas certezas. O futuro é líquido. A flexibilidade é uma competência essencial para a adaptação constante a cenários imprevisíveis. O primeiro passo para ser mais flexível é buscar a aceitação e compreender que existem muitas formas de resolver o mesmo problema.

 

MULTIDISCIPLINARIDADE PARA LIDAR COM A COMPLEXIDADE

 

Em contextos complexos, quanto mais ampla a visão, maior a probabilidade de encontrar soluções eficazes. Neste sentido, é fundamental nos desafiarmos a estudar diferentes assuntos, de áreas de conhecimento distintas. Equipes multidisciplinares são mais propensas a obter sucesso no mundo VUCA. O desafio é aprender a lidar com as diferenças.

 

CORAGEM PARA LIDAR COM A AMBIGUIDADE

 

Se não há respostas e explicações precisas e específicas, é preciso escolher uma linha de raciocínio e arcar com as consequências. Tomar decisões  num contexto ambíguo é um ato de coragem e, por que não, de fé. O aprendizado vem da ação e, por isso, é importante estar aberto a cometer erros.

 

 E AS ORGANIZAÇÕES? COMO PODEM SE PREPARAR PARA O CONTEXTO VUCA?

 

No âmbito organizacional, o caminho é criar um ambiente favorável ao compartilhamento e a criação de novos conhecimentos, bem como ao aprendizado coletivo. Ter um propósito e um direcionamento claro sobre os resultados esperados é essencial para integrar e motivar a equipe. Além disso, é essencial o desenvolvimento contínuo dos profissionais e a criação de processos integrados, que possibilitem ao máximo a formação de uma cultura organizacional dinâmica, colaborativa e voltada a resultados.

 

O exército americano tomou medidas quando identificou que o mundo atual é VUCA. De acordo com o General Stanley McChrystal no livro “Team of Teams”, eles criaram um time de times, conectado por meio de uma consciência compartilhada e execução empoderada. Estes são princípios da gestão do conhecimento, que também surgiu na década de 90 e que, desde então, tem sido aplicada por organizações no mundo todo gerando resultados com base em ativos intangíveis.

 

Você acha que tem mais algumas competências para lidar com o contexto V.U.C.A.?

Conta aqui nos comentários ;-)

 

Please reload

Featured Posts

Um tesouro a nossa disposição

August 2, 2016

1/2
Please reload

Recent Posts

September 5, 2019

Please reload

Archive