O QUE É ESTRATÉGIA DE VIDA do aquário a sopa de peixe

December 10, 2017

 

 

Você já se pegou pensando se o que você faz tem sentido? Se sua vida tem propósito para além de dormir, comer e trabalhar? Você quer mais do que lhe foi oferecido?

 

Se esta inquietação habita seu corpo/alma, lhe apresento o que chamo “Estratégia de Vida”, que é fruto de mais de 35 anos de trabalho desenvolvendo e oferecendo o suporte necessário para que as pessoas possam ir além das tarefas diárias que estas sim, podem roubar o sentido de contribuição genuína de sua existência. 

 

Sair da zona de conforto sem calcular riscos é diferente de transformar sua vida.

 

Pense! Para transformar um aquário em uma sopa de peixe basta aquece-lo até ferver. Mas como fazer se afinal o que queremos é o aquário E a sopa de peixe? Então... começamos perguntando: O que tem na sopa que tanto me atrai? Que elementos são esses? Onde encontra-los? Quem os têm? Quem pode me ajudar a obtê-los? Quanto tempo tenho? Que tempo quero dispor? Assim vamos desenhando riscos calculados.

 

Quem de nós quer implodir o plano B e ficar só com uma possibilidade?

 

Eu arrisco a afirmar: Nenhum de nós!

 

Tornei-me professora de inglês enquanto cursava Psicologia, pois essa estratégia contemplava a ideia de descobrir novas abordagens, compartilhar conhecimento e contribuir para as próximas gerações. Sentir-me segura em alguns setores da vida me deu liberdade para transformar outros. Ao mergulhar na cultura americana, jamais imaginei que essa vivência me proporcionaria a capacidade de expressar minha identidade bilíngue, expandir minha zona de familiaridade e abrir inúmeras possibilidades ao longo dos anos que vieram.

 

Com o processo de “Estratégias de Vida”, quero derrubar o mito de que a transformação exige assumir riscos extremos e mostrar que as pessoas que o fazem são muito mais comuns do que imaginamos.

 

Se você está disposto a trabalhar com os pilares da conscientização do desejo, da responsabilidade pelos atos, planejamento e ação, então já temos mais coisas em comum do que quando você começou a ler esta texto.

 

Resumindo: começamos pelo questionamento convencional e desenhamos portfólios de riscos mitigados. Depois? Construímos pontes entre desejo, pensamento e ação... muito diferente de dar um salto no escuro.

 

Afinal, ao arriscar jogar o anzol criamos a possibilidade da pesca.

 

E você, tem a isca?

 

 

Please reload

Featured Posts

Um tesouro a nossa disposição

August 2, 2016

1/2
Please reload

Recent Posts

September 5, 2019

Please reload

Archive